Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1403
Tipo do documento: Dissertação
Título: A comunicação na UFG e a assessoria de comunicação
Autor: LIMA, Silvânia de Cássia
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/0747035849134672
Primeiro orientador: SILVA, Magno Luiz Medeiros da
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/8829860934484429
Resumo: Este trabalho é uma reflexão acerca do lugar da comunicação na Universidade Federal (UFG), tendo como objeto de análise a Assessoria de Comunicação (Ascom). Transcendendo a abordagem funcionalista/tecnicista que marca os estudos nessa área, o foco da análise foram as ações de comunicação da instituição, especialmente no que concerne ao seu alcance na comunicação interna. Para representar o público interno da UFG, foram escolhidos estudantes, servidores docentes e técnico-administrativos, mais diretamente envolvidos com a dinâmica da instituição. O objeto foi tratado em dois movimentos estratégicos. No primeiro, buscou-se compreender as ações de comunicação estruturadas pela Ascom, à luz das ideias de pensadores contemporâneos, como Dominique Wolton e Jürgen Harbermas, entre outros. Manteve-se a preocupação de desenvolver um contexto de usos e funções, de elementos e relações, bem como da história da comunicação na UFG, que permitisse conceber a comunicação e suas significações. O segundo movimento foi dedicado a explorar, por meio da pesquisa empírica, qualitativa, o pensamento de membros da comunidade universitária acerca do que seja comunicação, comunicação estratégica e política de comunicação, bem como sua opinião sobre as perspectivas da comunicação na UFG e os mais expressivos veículos de comunicação produzidos pela Ascom o Jornal UFG e o Portal UFG. Desses veículos, extraiu-se o que foi considerado pertinente ao entendimento do que eles representam no contexto da comunicação interna da UFG. A fim de conhecer mais essa realidade e obter subsídios com quem vive e sente a comunicação na instituição, foram realizadas 43 entrevistas, subdivididas em três grupos: 1. membros da administração superior da universidade (reitor e pró-reitores) e lideranças das entidades representativas do segmento dos discentes (Diretório Central dos Estudantes DCE), dos servidores técnico-administrativos (Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação Sint-IfesGO) e dos servidores docentes (Sindicato dos Docentes da Universidade Federal de Goiás Adufg Sindical); 2. dirigentes dos órgãos de comunicação (Ascom, Rádio Universitária, TV UFG e Ouvidoria) e 3. outros membros da comunidade universitária. Sem a ambição de captar todo o feixe de elementos e significações que regem o universo amplo da comunicação, com seu enorme aparato de meios e processos, esse esforço investigativo foi norteado pela preocupação de projetar alguns de seus ângulos e facetas em uma organização tão complexa como a universidade pública. Sustentou-o o intuito de compreender o que existe, com a percepção de que a comunicação é um processo in fieri, que precisa incessantemente ser alimentado, repensado e recriado, requerendo uma política própria, consonante com os princípios básicos da instituição, assentados no interesse público.
Abstract: This study analyzes communication developed at Universidade Federal de Goiás (UFG), particularly at its press service (Ascom). By surpassing the functionalist/technicist approach that is traditionally linked to this field of expertise, the analysis focused on UFG s communication actions to verify the extent of internal communication. Part of the university community defined as the internal public is made up mainly of alumni, faculty and administrative staff members, all directly involved with the dynamics of the institution. The object of study was approached in two strategic movements. In the first, the aim was to understand communication actions structured at Ascom based on contemporary thinkers, such as Dominique Wolton and Jürgen Habermas. My concern was to establish a context of uses and functions, of elements and relations, in addition to establishing a proper history of communications at UFG, all of which would enable me to define communication and its meanings. The second movement was dedicated to exploring, through empirical research and qualitative methods, notions brought up by university community members regarding institutional communication, communication policy, perspectives for communication at UFG and for Ascom s most important communications media: Jornal UFG and Portal UFG. From such media I extracted what I considered to be relevant towards understanding what they represent within the context of internal communication at UFG. To find out more about this reality and to obtain information from those that deal with and feel communication at UFG, I carried out interviews with the following three groups: 1. members of UFG s higher administration (rector and deans) and leaders of organizations representing alumni (Diretório Central dos Estudantes DCE), administrative staff members (Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação Sint-IfesGO) and faculty members (Sindicato dos Docentes da Universidade Federal de Goiás Adufg Sindical); 2. heads of communication channels (Ascom, Rádio Universitária, TV UFG and Ombudsman Department); 3. other members of the university community. Far from attempting to encompass the entire range of elements and meanings that rule a world as wide as communication, with its huge apparatus of media and processes, this investigation was guided by the concern to project some of its angles and perspectives on an organization as complex as a university. My aim was to reflect upon what already exists, bearing in mind that communication is an in fieri process that requires constant feeding, rethinking and recreating, as well as a policy of its own that stands on an institution s basic principles, especially public interest.
Palavras-chave: Comunicação organizacional
Comunicação interna
Comunicação estratégica
Comunicação Pública
Política de comunicação
Organizational communication
Internal communication
Public communication
Communication policy
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Ciências Sociais Aplicadas
Programa: Mestrado em Comunicação
Citação: LIMA, Silvânia de Cássia. A comunicação na UFG e a assessoria de comunicação. 2011. 199 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1403
Data de defesa: 31-Out-2011
Aparece nas coleções:Mestrado em Comunicação (FIC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
A Comunicacao na UFG e a Assessoria de Comunicacao.pdf3,97 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.