Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/2414
Tipo do documento: Dissertação
Título: Uma experiência de ensino crítico com alunas/os iniciantes de inglês: foco em gênero e sexualidade
Título(s) alternativo(s): A critical teaching experience with students beginners of English: focus on gender and sexuality
Autor: FERNANDES, Luciana Rezende
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/8918020813571791
Primeiro orientador: PESSOA, Rosane Rocha
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/3633216363498900
Resumo: Este estudo caracteriza-se como um estudo de caso crítico de natureza qualitativa. Consiste no desenvolvimento de algumas atividades críticas, focando os temas gênero e sexualidade, em duas turmas de inglês para iniciantes do Centro de Línguas da Universidade Federal de Goiás no ano de 2010. As atividades realizadas abordaram situações vivenciadas por mulheres e pelas próprias alunas, ao discutir a jornada dupla de trabalho das mulheres; diferentes formas de vivenciar gênero, ao tratar da rotina de sábado de dois travestis; e arranjos familiares alternativos, diferentes dos reforçados e impostos pelo padrão hegemônico, ao apresentar famílias de casais homossexuais. A intenção era observar as reações de alunas/os aos temas críticos, as possibilidades e os desafios da realização de ensino crítico em níveis iniciantes e minha atitude como professora pesquisadora ao abordar esses temas críticos em sala. O embasamento teórico centrou-se nos seguintes tópicos e autoras/es: Linguística Aplicada Crítica (COX; ASSIS-PETERSON, 1999; FERREIRA, 2006; MOITA LOPES, 1999, 2006; PENNYCOOK, 1998, 2001, 2006); gênero e sexualidade (LOURO, 2007, 2010; MOITA LOPES, 2002); professoras/es críticas/os (GIROUX, 1997; SCHÖN, 1983, 2000; SMYTH, 1991; VAN MANEN, 1995, 2007, 2008). As reações de alunas/os em relação aos temas críticos foram variadas, dentre as quais se destacam comentários, chacotas, gestos, constrangimento, distanciamento do tema, silêncio, recusa em fazer a atividade, omissão do tema, negação e participação ativa na realização da atividade oral ou escrita. A viabilidade e a relevância da realização de ensino crítico em turmas iniciantes foram demonstradas pelas reflexões realizadas pelas/os alunas/os nas atividades orais e escritas, apontando para o desenvolvimento de uma visão mais pluralista sobre gênero, além do desenvolvimento linguístico. Quanto à minha atitude ao abordar temas críticos, realizei reflexão sobre a ação (SCHÖN, 1983, 2000; VAN MANEN, 1995, 2008) ao assumir uma atitude política na escolha dos temas e planejamento das atividades críticas a serem realizadas em sala. No entanto, tive dificuldade em realizar reflexão na ação (SCHÖN, 1983, 2000; VAN MANEN, 1995, 2008), já que apresentava uma tendência a não reagir diante de eventos críticos ocorridos em sala de aula. Assim, posso dizer que alcancei o quarto momento da reflexão crítica de Smyth (1991) ao reconstruir minha prática, ou seja, ao mudar o enfoque de minhas aulas para atividades e temas críticos, mas não fui capaz de reconstruir minha ação com relação à atitude de não reação diante de eventos críticos.
Abstract: This study is characterized as a critical case study of qualitative nature. It consists in the development of several critical activities, focusing on gender and sexuality issues, in two groups of English for beginners at the Centro de Línguas of Universidade Federal de Goiás in 2010. The activities dealt with situations experienced by women and by the female students themselves, when discussing women‟s double shift; different forms of experiencing gender, when dealing with the Saturday routine of two transvestites; and alternative family arrangements, other than those enforced by the hegemonic standard, when presenting families of homosexual couples. The intention was to observe the reactions of the students to the critical issues, the possibilities and challenges of carrying out critical teaching for beginners, and my attitude as a teacher researcher when addressing these critical issues in the classroom. The theoretical background is centered in the following topics and authors: Critical Applied Linguistics (COX; ASSIS-PETERSON, 1999; FERREIRA, 2006; MOITA LOPES, 1999, 2006; PENNYCOOK, 1998, 2001, 2006); gender and sexuality (LOURO, 2007, 2010; MOITA LOPES, 2002); critical teachers (GIROUX, 1997; SCHÖN, 1983, 2000; SMYTH, 1991; VAN MANEN, 1995, 2007, 2008). The students‟ reactions to the critical issues were varied, among which we can point out comments, jokes, gestures and expressions of embarrassment, detachment from the subject, silence, refusal in doing the activity, omission of the issue, denial, and active participation in carrying out the oral or written activity. The feasibility and the relevance of carrying out critical teaching for beginners were demonstrated by the reflections performed by the students in written and oral activities, indicating the development of a more pluralistic approach to gender and of their linguistic competence. As for my attitude when addressing critical issues, I believe I have achieved reflection on action (SCHÖN, 1983, 2000; VAN MANEN, 1995, 2008) by assuming a political attitude in the choice of the issues and in the planning of the critical activities to be carried out in the classroom. However, I had difficulty in performing reflection in action (SCHÖN, 1983, 2000; VAN MANEN, 1995, 2008) since I had a tendency not to react to critical events that occurred in the classroom. Thereby, I think I have reached the fourth moment of Smyth‟s critical reflection (1991) since I reconstructed my practice, that is, when shifting the focus of my lessons towards critical activities and issues, but I was not able to reconstruct my action with regard to the attitude of not reacting to critical events.
Palavras-chave: ensino de línguas
ensino crítico
gênero
sexualidade
language teaching
critical education, gender, sexuality
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Lingüística, Letras e Artes
Programa: Mestrado em Letras e Linguística
Citação: FERNANDES, Luciana Rezende. A critical teaching experience with students beginners of English: focus on gender and sexuality. 2012. 130 f. Dissertação (Mestrado em Lingüística, Letras e Artes) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/2414
Data de defesa: 17-Ago-2012
Aparece nas coleções:Mestrado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Luciana Rezende Fernandes.pdf1,35 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.