Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/2442
Tipo do documento: Dissertação
Título: Nasalidade na comunidade de fala de Fortaleza dos Nogueiras-MA
Título(s) alternativo(s): Nasality in the speech community of Fortaleza Walnut-MA
Autor: SANTOS, Gisélia Brito dos
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/9541741374865905
Primeiro orientador: AGUIAR, Maria Suelí de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/0950467502306607
Resumo: Este trabalho apresenta uma análise da nasalidade na comunidade de fala de Fortaleza dos Nogueiras-MA, em que são utilizados os postulados da teoria estruturalista e da teoria gerativista para a apresentação dos fonemas nasais na língua portuguesa do Brasil e, especificamente, no corpus analisado. Os informantes da pesquisa são pessoas com baixa escolaridade, que sempre viveram na zona rural e que têm a partir de 60 anos. Utilizamos a pesquisa de campo para a coleta dos dados, a transcrição fonográfica para o registro e o método descritivo analítico para analisá-los. O referencial teórico apresenta questões relacionadas à Fonética, especialmente à Fonética Articulatória; à Fonologia, com destaque para a Fonologia Linear; e à Morfologia com questões relacionadas à definição e à formação de palavras, particularmente à formação dos graus diminutivo e aumentativo. Apresentamos um apanhado histórico dos fonemas consonânticos e vocálicos, em que enfocamos os fonemas nasais e as suas transformações, desde o latim ao português. No que diz respeito ao português brasileiro, descrevemos a nasalidade a partir da concepção de fonemas nasais de Camara Jr. (1970), do conceito de espraiamento progressivo e regressivo e do tratamento da nasalidade dentro da sílaba. O foco principal de análise é o espraiamento progressivo e regressivo da ressonância nasal, a partir dos três fonemas consonânticos nasais do português /m/, /n/ e // em palavras gramaticais e em palavras fonológicas. Para essa análise, foram considerados os aspectos intralinguísticos como ambiente fonético-fonológico, tonicidade, estrutura da sílaba, fronteiras de palavras, palavra fonológica e palavra gramatical. Tratamos da nasalidade nos diminutivos e aumentativos e, por fim, apresentamos algumas regras de nasalização progressiva e regressiva com base no modelo de traços de Chomsky e Halle (1968 apud MATZENAUER, 2005)
Abstract: This paper presents an analysis of the nasality in the speech community of Fortaleza Nogueiras-MA, is which the postulates of the structuralism and generative theory are used to present nasal phonemes in the Portuguese language in Brazil and particulary in the analyzed corpus. The informants of this research are people with low formal education, who have always lived in rural areas, and they are over 60 years old. The Field Research was used in the data collection, phonographic transcription in the record, and the analytical descriptive method to analyze them. The theoretical framework presents issues related to Phonetics, mainly the Articulatory Phonetics; the Phonology, especially the Linear Phonology; and Morphology, with issues related to the definition and formation of words, particularly in diminutive and augmentative degree. We present a historical overview of consonants and vowel phonemes, in which we have focused the nasal phonemes, and their transformations, from Latin to Portuguese. With respect to Brazilian Portuguese, we describe the nasality from the conception of nasal phonemes of Camara Jr. (1970), also the progressive and regressive spreading concepts and the nasality treatment within the syllable. The main focus for this analysis is the progressive and regressive spreading of nasal resonance, from the three nasal consonant phonemes, that belongs to the Portuguese language / m /, / n / e // in grammatical and phonological words. For this analysis, it was considered the intralingual aspects as phonetic-phonological environmental, stress, syllable structure, words boundaries, grammatical and phonological words. We have discussed the nasality in the formation of diminutives and augmentative degrees and, lastly, we have presented some progressive and regressive nasalization rules, based on the features model proposed by Chomsky and Halle (1968 apud MATZENAUER)
Palavras-chave: nasalidade, nasalização progressiva e regressiva, português brasileiro, comunidade de fala fortanogueirense
nasality, progressive and regressive nasalization, Brazilian Portuguese, Fortanogueirense community speech
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Lingüística, Letras e Artes
Programa: Mestrado em Letras e Linguística
Citação: SANTOS, Gisélia Brito dos. Nasality in the speech community of Fortaleza Walnut-MA. 2009. 147 f. Dissertação (Mestrado em Lingüística, Letras e Artes) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/2442
Data de defesa: 16-Dez-2009
Aparece nas coleções:Mestrado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
GISELIA BRITO DOS SANTOS.pdf1,2 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.