Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/2746
Tipo do documento: Tese
Título: Formação de uma nova centralidade do setor sucroenergético no cerrado: o caso de Quirinópolis, estado de Goiás
Título(s) alternativo(s): Formation of a new centrality in the cerrado Cosan sector: the case of Quirinópolis, State of Goiás
Autor: BORGES, Vonedirce Maria Santos
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/8740652304027497
Primeiro orientador: CASTRO, Selma Simões de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/4460827622247417
Resumo: O setor sucroalcooleiro vem apresentando um processo notável de expansão desde 2000, rumo ao Cerrado central, reconhecidamente favorecido por conjuntura ancorada na defesa da energia renovável e soberania nacional. O estado de Goiás é um dos alvos preferenciais dessa expansão, desde 2004, principalmente 2006-2007, e vem concentrando uma forte agroindústria canavieira na região Sul Goiano/Sudoeste, Microrregião de Quirinópolis (MRQ), onde passou de cerca de 4 mil ha a mais de 150 mil ha plantados no período, com grande impacto na socioeconomia local, segundo estudos anteriores e subsidiários desta tese. Essa microrregião conta com características edafoclimáticas favoráveis e logísticas de grande relevância econômica intra e inter-regional para exportação, porém as mudanças de uso do solo e impactos ambientais relacionados a esse processo ainda são pouco estudados. A presente tese objetiva compreender o padrão espacial de expansão da cana para e na MRQ, com ênfase em solos e suas mudanças de uso, entendidas por vários autores como expansão da Fronteira Agrícola da década de 1970, porém mais organizada, tecnificada e capitalizada, visando comprovar a hipótese de que aí vem se configurando uma nova centralidade do setor sucroenergético no Cerrado, voltado à produção de etanol e bioenergia, cujas consequências multiescalares afetam, dentre outros aspectos, as demais cadeias produtivas pré-existentes, especialmente de produção de alimentos. Analisou-se com mais detalhe a sucessão de usos do solo no período desde 2004, anterior à chegada da cana, de modo a identificar os padrões de substituição de culturas e pastagens pela nova cultura e o potencial de impactos ambientais diretos da cana devida constatação de pressão sobre os recursos hídricos para fins de irrigação e sobre os solos associados ao sistema de manejo de elevado padrão tecnológico, envolvendo insumos e defensivos, além de maquinaria pesada, dentre outros. A pesquisa baseou-se principalmente na compilação de dados e mapas, e elaboração de documentos cartográficos temáticos multiescalares, incluindo uso de imagens de satélite e SIG, análise de dados censitários diversos e estudo detalhado de impactos através de entrevistas dos principais atores, de descrição e coleta de amostras de solos e recursos hídricos e análise laboratorial. Conclui-se que a cana se concentrou inicialmente nas melhores terras da MRQ, onde conta com a melhor infra-estrutura regional/estadual, e vem concorrendo, vitoriosa, com outros usos, em particular, grãos (soja), e secundariamente pastagens, nas quais prossegue com a expansão atual. O processo, como no passado está amparado em política federal, ora o PNE - 2030, e recebe subsídios federais e estaduais. Ainda está acelerado e reproduz o mesmo modelo de expansão da Fronteira Agrícola anterior, de ocupação do Cerrado dos anos de 1970, diferenciando-se, entretanto pela rápida e mais bem planejada atuação de grandes grupos financeiros e formação rápida de joint ventures e complexos agroindustriais sucroalcooleiros horizontais em extensão daqueles do Sul-Sudeste e mesmo multinacionais. Esses grupos selecionaram previamente as áreas de expansão onde desencadearam a instalação das usinas induzindo um novo zoneamento, mas mantiveram a estratégia de produção de commodities agrícolas. Por fim, constatou-se que os principais impactos ambientais diretos nas áreas cultivadas são a perda de biodiversidade dos solos e dos recursos hídricos a compactação dos solos e a aumento de sua resistência à penetração, indicando compactação, e supõe-se que há potencial de erosão subsequente e também de sua contaminação com o tempo, devido manejo da cultura. Conclui-se também que a MRQ vivencia, paradoxalmente, os impactos socioambientais positivos e negativos decorrentes de uma expansão sucroalcooleira que materializou rapidamente uma nova centralidade espacial do setor no Cerrado Central, similar àquela ocorrida no passado no estado de São Paulo, porém desta feita contando com um setor já consolidado no Sul-Sudeste e que juntos se configuram no que se está chamando de polígono da cana e numa nova centralidade, esta como parte do arco de expansão da cana, já de inegável e grande expressão estadual e nacional, e aos poucos se tornando referência também internacional.
Abstract: The alcohol sector has shown a remarkable process of expansion since 2000, towards the central Cerrado, admittedly favored by situation anchored in renewable energy and defense of national sovereignty. The state of Goias is one of the prime targets of this expansion, since 2004, primarily from 2006 to 2007, and has been concentrating a strong sugar industry in southern Goiás / Southwest Microregion of Quirinópolis (MRQ), where he spent about 4 000 ha more than 150 000 ha planted in the period, with great impact on the local socio-economy, according to previous studies, and subsidiaries of this thesis. This micro-region has favorable soil and climatic characteristics and economic importance of high logistics intra-and inter-regional exports, but the changes in land use and environmental impacts related to this process are still poorly studied. This thesis aims to understand the spatial pattern of expansion of sugarcane and the MRQ, with emphasis on soil and its use changes, considered by many authors as the agricultural frontier expansion of the 1970s, but more organized and capitalized technified, aiming prove the hypothesis that there has been setting a new centrality of the sugarcane industry in the Cerrado, focusing on production of ethanol and bio-energy, multi-scale consequences of which affect, among other things, the other pre-existing supply chains, especially food production. We analyzed in more detail the succession of land uses in the period since 2004, before the arrival of the cane in order to identify the substitution patterns of crops and pastures by the new culture and the potential for direct environmental impacts of sugarcane due observation of pressure on water resources for irrigation purposes and on soils associated with the management system of high technological standards, involving inputs and pesticides, and heavy machinery, among others. The research was based mainly on compiling data and maps, and thematic development of multi-scale cartographic documents, including use of satellite imagery and GIS analysis of census data and detailed study of various impacts on soil and water resources, with sampling Field and laboratory analysis. It is concluded that sugarcane has focused initially on the best land of the MRQ, where it has the best infrastructure in regional / state, where it stood, triumphant, with other uses, in particular, grains (soybeans), and secondarily pastures, in which continues with the current expansion. The process as in the past is supported by federal policy, now the PNE - 2030, and receives federal and state subsidies. It's still fast and plays the same model of previous agricultural expansion, occupation of Savannah in the 1970s, differing, however the fastest and well-planned action of large financial groups and the rapid formation of joint ventures and sugar and alcohol agribusiness complexes horizontal extension of those South-East and even multinationals. These groups previously selected areas where expansion triggered the installation of plants inducing a re-zoning, but retained the strategy of producing agricultural commodities. Finally, it was found that the main direct environmental impacts cultivated areas are the loss of soil biodiversity and water resources soil compaction and increase their resistance to penetration, indicating compression, and it is assumed that there is potential for erosion and also the subsequent contamination of their time, because crop management. It was concluded that MRQ experience, paradoxically, both positive and negative social and environmental impacts arising from a rapidly expanding sugarcane which materialized a new centrality of the space sector in the Central Cerrado, similar to that which occurred in the past the state of São Paulo, but this time relying on an industry already established in the south-southeast and which together make up what is called the polygon of the cane and a new center, as part of this arc expansion of sugar cane, as undeniable and great expression of state and national levels, and gradually reference also becoming international.
Palavras-chave: Plano Nacional de Agroenergia
Cerrado
Região Sudoeste Goiano
Quirinópolis, cana-de-açúcar
centralidade espacial
complexo agroindustrial
mudanças de uso e de funções das terras
Latossolos Vermelhos
impactos ambientais
National Agro-Energy, Savannah
Region Southwest Goiás
Quirinópolis, cane sugar, central space
agroindustrial complex, changes of use and functions of the land
Red Oxisols
environ-mental impacts.
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Ciencias Humanas
Programa: Doutorado em Geografia
Citação: BORGES, Vonedirce Maria Santos. Formation of a new centrality in the cerrado Cosan sector: the case of Quirinópolis, State of Goiás. 2011. 237 f. Tese (Doutorado em Ciencias Humanas) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/2746
Data de defesa: 16-Dez-2011
Aparece nas coleções:Doutorado em Geografia (IESA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese Vonedirce 2011.pdf4,77 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.