Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11009
Tipo do documento: Dissertação
Título: Fazer-Família e Fazer-Antropologia uma etnografia sobre cair pra idade, tomar de conta e posicionalidades em Canto do Buriti-PI
Título(s) alternativo(s): Do-Family and Do-Anthropology an ethnography about falling for age, taking care of and positionalities inCanto do Buriti-PI
Autor: Santos, Ana Clara Sousa Damásio dos
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/3755871723339456
Primeiro orientador: Henning, Carlos Eduardo
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/1405422535034318
Primeiro membro da banca: Henning, Carlos Eduardo
Segundo membro da banca: Lobo, Andréa de Souza
Terceiro membro da banca: Almeida, Heloisa Buarque de
Quarto membro da banca: Dias, Luciana de Oliveira
Resumo: “Fazer-Família e Fazer-Antropologia” é uma etnografia resultada de pesquisa realizada no primeiro semestre de 2019 em Canto do Buriti-PI. Em campo, me deparei com uma surpresa, a de decidir fazer pesquisa entre minhas parentes. Assim, estranhamentos éticos, metodológicos, teóricos e morais emergiram durante e após campo. A presente dissertação pretende apresentar as implicações de fazer pesquisa com parentes que “espiam”, “ajudam” e tem “direitos” sobre as histórias contadas e escritas. Com isso, percebi que as de dentro de casa também poderiam ser interlocutoras, ou melhor, parentes-interlocutoras. Foi assim que virando a pessoa que teria que tomar de conta da minha avó Anita, uma véia que caiu pra idade, discussões acerca de uma família origem-mundo, parentesco, gênero e geração ganharam força. O foco recai em discutir e analisar como através de uma pesquisa entre parentes-interlocutoras foi possível compreender as classificações associadas ao curso de vida, ao “envelhecimento” e as categorias de periodização da vida. Da mesma forma, o campo também me constituiu como uma tomadora de conta e contribuiu para pensar possíveis configurações de proximidade e distância na relação tradicional “Nós” x “Eles”.
Abstract: “Do-Family” and “Do-Anthropology” is an ethnography resulting from research carried out in the first semester of 2019 in Canto do Buriti-PI. In the field, I came across a surprise, that of deciding to do research among my relatives. Thus, ethical, methodological, theoretical and moral strangeness emerged during and after the field. This dissertation intends to present the implications of doing research with relatives who "spy", "help" and have "rights" over the stories told and written. With that, I realized that those inside the house could also be interlocutors, or better, relatives-interlocutors. That was how becoming the person who would have to take care of my grandmother Anita, a véia that has fallen for age, discussions about an origin-world family, kinship, gender and generation gained strength. The focus is on discussing and analyzing how, through a research among relatives-interlocutors, it was possible to understand the classifications associated with the course of life, “aging” and the categories of periodization of life. Likewise, the field also constituted me as a caretaker and contributed to thinking about possible configurations of proximity and distance in the traditional “We” x “They” relationship.
Palavras-chave: Antropologia
Família
Curso de vida
Gênero
Geração
Anthropology
Family
Life course
Gender
Generation
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::ANTROPOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais - FCS (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Antropologia Social (FCS)
Citação: DAMASIO, A. C. S. Fazer-Família e Fazer-Antropologia uma etnografia sobre cair pra idade, tomar de conta e posicionalidades em Canto do Buriti-PI. 2020. 206 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2020.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11009
Data de defesa: 10-Nov-2020
Aparece nas coleções:Mestrado em Antropologia Social (FCS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Ana Clara Sousa Damásio dos Santos - 2020.pdf13,46 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons