Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/12031
Tipo do documento: Dissertação
Título: As memórias de Josephina Neuville (1864): história, escrita, literatura
Título(s) alternativo(s): The memories of Josephina Neuville (1864): history, writing, literature
Autor: Miranda, Ingrid
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/3609307820852939
Primeiro orientador: Campos, Raquel Machado Gonçalves
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/2245138184521600
Primeiro membro da banca: Campos, Raquel Machado Gonçalves
Segundo membro da banca: Soares, Ana Lorym
Terceiro membro da banca: Bezerra, Valéria Cristina
Resumo: Josephina Neuville (1826-1889), filha de um belga e uma francesa, nasceu no Brasil, criou-se entre Lisboa e Paris e viajou boa parte da Europa antes dos trinta anos, quando começou a escrever o que seria o livro Memórias de minha vida. Recordações de minhas viagens, publicado em 1864. Teve vários pretendentes, casou-se e teve três amantes. Provocou escândalo com sua vida e suas Memórias, as quais visavam defendê-la de seus muitos desafetos, apresentando uma visão particular dos fatos nos quais esteve envolvida – uma narrativa, segundo suas palavras, escrita ―no meio de desgostos, inspiradas pelo sofrimento‖ e que buscava trazer a público ―uma vida tão íntima que, apesar de tudo, ninguém a conheceu, nem a pode compreender‖. Embora contenha muitas observações sobre os costumes e as culturas europeia e luso-brasileira e seja, por si mesmo, um testemunho importante da escrita feminina no século XIX – com seus percalços e estratégias – o texto de Josephina recebeu pouca atenção da historiografia, desconhecendo-se dissertação ou tese que o tenha tomado como documento principal. O objetivo do presente trabalho é suprir tal lacuna evidenciando três aspectos das Memórias: a temporalidade inerente à escrita e à conturbada publicação do texto; as estratégias de escrita, os elementos selecionados para compor o texto e os aspectos documental e literário de sua obra; as suas relações com as formas de se ler e escrever romances e com ideia de literatura (próprias do século XIX). Tais aspectos evidenciam a trajetória da autora em seu objetivo de, não apenas escrever suas memórias íntimas, mas, sobretudo, como buscaremos demonstrar, transformá-las numa publicação impressa.
Abstract: Josephina Neuville (1826-1889), daughter of a Belgian and a Frenchwoman, was born in Brazil, raised between Lisbon and Paris and traveled a large part of Europe before she was thirty years old, when she began to write what would be the book Memórias de minha vida. Recordações de minhas viagens, published in 1864. She had too many suitors, married, and had three lovers. She caused a scandal with her life and her Memoirs, which aimed to defend her from her many enemies, presenting a particular view of the facts in which she was involved - a narrative, in her words, written "in the midst of sorrows, inspired by suffering" and who sought to bring to the public ―a life so intimate that, despite everything, no one knew it nor could it understand it‖. Although it contains many observations on European and Luso-Brazilian customs and cultures and is, in itself, an important testimony of female writing in the 19th century – with its setbacks and strategies – Josephina's text received little attention from historiography, because no dissertation or thesis has taken it as the main document. The objective of the present work is to fill this gap, highlighting three aspects of the Memoirs: the temporality inherent to writing and the troubled publication of the text; the writing strategies, the elements selected to compose the text and the documentary and literary aspects of his work; its relations with the ways of reading and writing novels and with the idea of literature (in the 19th century). These aspects show the author's trajectory in her goal of not only writing her intimate memoirs, but, above all, as we will seek to demonstrate, transforming them into a printed publication.
Palavras-chave: Mulheres
Literatura
Portugal oitocentista
Women
Literature
Nineteenth-century Portugal
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de História - FH (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em História (FH)
Citação: MIRANDA, I. As memórias de Josephina Neuville (1864): história, escrita, literatura. 2022. 129 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2021.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/12031
Data de defesa: 16-Dez-2021
Aparece nas coleções:Mestrado em História (FH)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Ingrid Miranda - 2022.pdf2,41 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons