Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5413
Tipo do documento: Tese
Título: Método de diagnóstico para gestão participativa de recursos hídricos: estudo de caso e modelagem conceitual com enfoque DPSIR
Título(s) alternativo(s): Diagnostic method for water resources participatory management: case study and conceptual modeling with DPSIR approach
Autor: Caldas, Ana Luiza Rios
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/2898846497461983
Primeiro orientador: Oliveira, Leandro Gonçalves
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/4995825091971711
Primeiro coorientador: Saito, Carlos Hiroo
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/3072326161076486
Primeiro membro da banca: Oliveira, Leandro Gonçalves
Segundo membro da banca: Echeverria, Agustina Rosa
Terceiro membro da banca: Nogueira, Ina de Souza
Quarto membro da banca: Salles, Paulo Sérgio Bretas de Almeida.
Quinto membro da banca: Santos, Arion de Castro Kurtz dos
Resumo: Vários estudos vêm enfatizando a maior efetividade da gestão ambiental participativa de recursos hídricos. Para isso é necessário que atores sociais tenham condições de participar dos debates, avaliar as demandas gerais e tomar decisões conscientes e negociadas. Mapas conceituais são ferramentas adequadas para formalizar conhecimentos relevantes, tanto científicos como populares, facilitam a criação de um entendimento comum, fortalecendo as negociações nos processos de tomada de decisão e vem sendo utilizados de várias formas na gestão de recursos hídricos. A estrutura conceitual DPSIR (do inglês driving forces, pressures, state, impacts, responses) foi utilizada para orientar a coleta estruturada de informações do mapa conceitual, evidenciando relações entre o estado do ambiente e as pressões a que está submetido. O objetivo geral é contribuir na gestão participativa de bacias hidrográficas, através da modelagem de mapas conceituais orientados pela estrutura conceitual DPSIR, a partir de um diagnóstico ambiental qualitativo, e que para isso fundamenta-se no delineamento Estudo de Caso, na sub-bacia do Rio das Almas, em Pirenópolis, GO. O diagnóstico socioambiental qualitativo seguiu a metodologia Estudo de Caso, das Ciências Sociais. Buscou responder à pergunta: “Quais os principais usos da bacia e seus impactos no estado de conservação do Rio das Almas e como isto vem comprometendo o uso múltiplo da água”? Três técnicas foram avaliadas como adaptáveis à pesquisa ambiental: investigação das modificações ambientais ao longo do tempo, a partir de entrevistas semi-estruturadas; avaliação do estado atual de conservação através dos Protocolos de Avaliação Rápida, como parte da técnica de observação sistemática; análise de dados quantitativos para a qualidade da água. A análise dos resultados sob o enfoque DPSIR subsidiou os mapas temáticos ao final de cada seção, que composicionalmente formaram o mapa conceitual total. A conservação da sub-bacia do Rio das Almas é boa, mas não homogênea, e vem se modificando ao longo das décadas segundo todas as evidências. Os principais impactos na bacia são descaracterização das margens, assoreamento e redução de poços e locais de recreação, com menor valor de uso pela população local. Com relação à água, foi detectada elevada concentração de Coliformes termotolerantes, baixa concentração de oxigênio e a inviabilização da pesca. Conclui-se que as técnicas escolhidas complementam-se positivamente. O complexo mapa de diagnóstico apresentado aqui reúne dentro de si todos os resultados do Estudo de Caso. Usar mapas conceituais no processo de redução de dados permite a identificação visual dos temas e padrões, conforme observaram-se os padrões culturais para uso da água em Pirenópolis. Constatou-se que o DPSIR aumenta a eficácia de uso dos mapas conceituais, tornando-os mais robustos e relevantes, uma vez que ele orienta e auxilia a escolha dos elementos a serem incluídos no mapa conceitual; direciona o mapa para uma grande e complexa cadeia de causalidade; explicita a visualização de onde e como a dimensão humana se integra e interfere no estado do ecossistema. Somando tudo, torna mais objetiva a construção dos mapas conceituais, visando a aplicação direta no exercício de gestão participativa
Abstract: Several studies emphasize the greater effectiveness of participatory environmental management of water resources. This requires that social actors have the necessary conditions to participate in the debates, evaluate the general demands and make informed and negotiated decisions. Concept maps are adequate tools to formalize relevant knowledge, scientific and popular, facilitate the creation of a common understanding, strengthening negotiations in the processes of decision making and have been used in various ways in the management of water resources. The conceptual framework DPSIR (driving forces, pressures, state, impacts, responses) was used to guide the collection of structured information from the conceptual map, evidencing relations between the state of the environment and the pressures to which it is submitted. The overall objective is to contribute to the participative management of river basins, through the modeling of conceptual maps oriented by the DPSIR conceptual framework, starting from an qualitative environmental diagnostic, and for that it is based on a Case Study in the sub-basin of the Rio das Almas, in Pirenópolis, GO. The qualitative socio-environmental diagnosis followed a Case Study methodology from the Social Sciences. Sought to answer the question: "What are the main uses of the basin and their impacts on the conservation status of the Rio das Almas and how this comes to compromise the multiple use of water"? Three techniques were evaluated as adaptable to environmental research: investigation of environmental change over time, starting from semi-structured interviews; assessment of the current state of conservation through Rapid Assessment Protocols, as part of the technique of systematic observation; quantitative analysis of water quality data. The analysis of the results under the DPSIR focus subsidized thematic maps at the end of each section, which compositionally formed the total conceptual map. The conservation of the Rio das Almas sub-basin is good, but not homogeneous, and has been changing over the decades, as suggests all the evidence. The main impacts in the basin are mischaracterization of margins, siltation and reduction of wells and recreation sites, with lower use value by local population. With regard to water, it has been detected high concentrations of thermo tolerant coliforms, low oxygen concentration and the unviability of fishing. It was concluded that the techniques chosen complemented themselves positively. The complex diagnostic map presented here gathers within itself all the results of the Case Study. The use of concept maps in the process of data reduction allows visual identification of themes and patterns, as observed in the cultural patterns for water use observed in Pirenópolis. It was found that the DPSIR increases the effectiveness in using the concept maps, making them more robust and relevant since: it guides and supports the selection of elements to be included in the conceptual map; directs the map to a wide and complex chain of causality; shows the visualization of where and how the human dimension integrates and interferes on the state of the ecosystem. All in all, it makes the construction of conceptual maps more objective, targeting the direct application in the exercise of participatory management.
Palavras-chave: Diagnóstico ambiental qualitativo
Modelos conceituais
Gestão de recursos hídricos
Pirenópolis, GO
Qualitative environment diagnostics
Conceptual models
Water resources management
Área(s) do CNPq: SANEAMENTO AMBIENTAL::QUALIDADE DO AR, DAS AGUAS E DO SOLO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais (PRPG)
Citação: CALDAS, A. L. R. Método de diagnóstico para gestão participativa de recursos hídricos: estudo de caso e modelagem conceitual com enfoque DPSIR. 2012. 179 f. Tese (Doutorado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5413
Data de defesa: 24-Ago-2012
Aparece nas coleções:Doutorado em Ciências Ambientais (PRPG)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Ana Luiza Rios Caldas - 2012.pdfTese - Ana Luiza Rios Caldas - 2012.4,7 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons