Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6095
Tipo do documento: Dissertação
Título: A Besta e o filho vermelho: representações do comunismo nos quadrinhos de Superman e Batman (1988/90 e 2003)
Autor: Teles, Gustavo Borges
Currículo Lattes do Autor: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4416745J2
Primeiro orientador: Bittencourt, Libertad Borges
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4700308E5
Primeiro membro da banca: Bittencourt , Libertad Borges
Segundo membro da banca: Silva, Ademir Luiz da
Terceiro membro da banca: Franco, Edgar Silveira
Resumo: O Século XX foi marcado por inúmeras transformações, sejam elas de ordem econômica, política ou sociocultural; pontua-se também aquelas no campo midiático. Tais transformações permitiriam consolidar uma mídia particular: as histórias em quadrinhos. Histórias estas que encontraram seu apogeu nos anos de 1930 e 1940 com o surgimento do gênero da superaventura e seus expoentes: os super-heróis. Os super-heróis, responsáveis por combater hostilidades de um mundo conflituoso e marcado pela guerra contra o totalitarismo e os fascismos. O fim da Segunda Guerra Mundial marcaria um deslocar do polo de conflito para a ameaça da Guerra Fria, conflito que se estenderia até o final da década de 1980. Sob essa perspectiva, os super-heróis se utilizariam desse escopo contextual para desenvolver suas aventuras, nas quais o inimigo nazista daria lugar à ameaça comunista. Em razão disso, este trabalho busca um diálogo entre a historiografia e seus suportes paradigmáticos com elementos como a narrativa e as representações, diálogos que são de inexorável importância para o entendimento de um contexto de ordem temporal e espacial. As décadas de 1950 e 1960 foram de crucial importância para a consolidação de um imaginário anticomunista nos EUA que, por sua vez, seria transposto nas histórias de super-heróis. Para tal propósito, o uso das histórias em quadrinhos, enquanto fonte de pesquisa acadêmica é fundamental para ajudar a entender como as tais representações sobre o anticomunismo são elencadas nesta forma de linguagem. Neste trabalho foram utilizadas algumas histórias em temporalidades distintas a fim de se compreender as representações do comunismo nos quadrinhos – suas particularidades e permanências. As histórias em quadrinhos, enquanto forma de narrativa, são responsáveis por ajudar a constituir identidades inerentes à sociedade, principalmente a estadunidense. Tão importante quanto explicitar ideologias no interior de uma forma particular de fonte como os quadrinhos, é também entender como estas ideias são construídas contextualmente e textualmente, e como essas mesmas ideias são articuladas narrativamente mediante uma relação entre imagem e texto empreendida pelas histórias em quadrinhos.
Abstract: The 20th century was marked by innumerous transformations, whether belonging from the economic, political or sociocultural nature, being also possible to highlight those from the media field. Such transformations would allow the consolidation of a media as particular as comic books, which would find their peak in the years of 1930 and 1940 along with the appearance of the super adventure genre and its most prominent exponents: super heroes. Super heroes were responsible for fighting the hostilities of a confrontational world characterized by the war against totalitarianism and fascism. The end of World War II marked a pole conflict shift to the threat of the Cold War; a conflict that would last until the end of the 1980s. Under this perspective, super heroes would take advantage of this contextual scope in order to develop their adventures, in which the Nazi enemy would be replaced by the communist threat. This study seeks a dialog between historiography and its paradigmatic support, with elements such as narrative and representations, considering these dialogs would be of inexorable prominence to the understanding of a temporal and spatial context. The 1950 and 1960 decades were crucial for the consolidation of an anticommunism imaginary in the USA, which, in turn, would be transposed in the super heroes’ stories. For that, comic books usage, as a source of research, would be vital to help understanding how this form of language links those representations about anticommunism. In this research, some stories with distinct temporality were used in order to understand communism representations in comic books – their particularities and continuity. Comic books, as a narrative form, would be responsible for helping constituting identities inherent to society, specially the American one. As important as setting out ideologies in such a particular way from sources as comic books is also understanding how these ideas are contextually and textually built as well as how they are narratively articulated through a relation between image and text undertaken by comic books.
Palavras-chave: História
Histórias em quadrinhos
Comunismo
Representações
Narrativa
History
Comic books
Communism
Representations
Narrative
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de História - FH (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em História (FH)
Citação: TELES, Gustavo Borges. A Besta e o filho vermelho: representações do comunismo nos quadrinhos de Superman e Batman (1988/90 e 2003). 2016. 151 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6095
Data de defesa: 29-Jul-2016
Aparece nas coleções:Mestrado em História (FH)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Gustavo Borges Teles - 2016 - Parte 01.pdf12,39 MBAdobe PDFBaixar/Abrir
Dissertação - Gustavo Borges Teles - 2016 - Parte 02.pdf10,78 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons