Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6505
Tipo do documento: Tese
Título: Políticas para educação e suas implicações no trabalho, profissão e profissionalização docente em unidades acadêmicas da Universidade Federal de Goiás (UFG)
Título(s) alternativo(s): Policies for higher education and its implications for the work in the profession and teacher professionalization in academic units at the Federal University of Goiás
Autor: Paz, Suelaynne Lima da
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/2600098954912645
Primeiro orientador: Oliveira, João Ferreira de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9753142663168623
Primeiro membro da banca: Oliveira, João Ferreira de
Segundo membro da banca: Lima, Daniela da Costa Britto Pereira
Terceiro membro da banca: Assis, Lúcia Maria de
Quarto membro da banca: Silva, Mônica Aparecida da Rocha
Quinto membro da banca: Chaves, Vera Lúcia Jacob
Resumo: Esta pesquisa insere-se na linha Estado, Políticas e História da Educação do Programa de PósGraduação em Educação da Universidade Federal de Goiás e objetiva levantar, analisar e compreender as bases da profissão e profissionalização docente na UFG e suas relações com as políticas públicas de educação superior a partir de 1990, especificamente as políticas de expansão e de regulação do trabalho docente no magistério superior. Para tanto, foram realizadas pesquisas bibliográficas em periódicos nacionais e indexados pela Capes como Qualis A e no GT11 da Anped no período de 2005-2014 e consultas no portal de dissertação e teses da Capes. Também foram analisadas as produções da Rede Universitas/Br, e feita a coleta e análise de documentos nacionais sobre as políticas públicas de educação superior e de documentos institucionais da UFG. Na pesquisa empírica, privilegiaram-se as entrevistas com gestores acadêmicos e pesquisadores de programas de pós-graduação stricto sensu da UFG, pertencentes a três unidades acadêmicas, representativas das áreas de conhecimento de Ciências Exatas e da Terra, Ciências Biológicas e Humanas. O atual contexto de mudança para o regime de acumulação flexível, a busca por novos nichos de acumulação de capital e a reforma do Estado vem desdobrando-se no âmbito da universidade pública na sua imbricação com o setor produtivo, por meio de uma reforma realizada ao longo das últimas décadas. Os impactos dessa reforma têm ocasionado processos de intensificação e flexibilização do trabalho docente que repercutem na profissão e na profissionalização do professor desse nível de ensino. As principais políticas que dão sustentabilidade a esses processos nas universidades federais referem-se à política de expansão promovida pelo Reuni e a de regulação da produção acadêmico-cientifica realizada pela Capes. Essas políticas são analisadas no contexto da UFG e mostram-se impregnadas no cotidiano do trabalho docente, conferindo de fato novos contornos para a profissão docente no magistério superior, com a fragilização das condições subjetivas de trabalho e embates em relação à progressão na carreira, e provocando certa desagregação sindical. Contudo, a pesquisa mostra que, embora existam aspectos que influenciam o trabalho docente a estar mais alinhado com as exigências do campo produtivo e que tornam a bases da profissão e profissionalização frágeis, há certa manutenção, na cultura acadêmica docente, de traços de uma sociabilidade que integra a coletividade como fundamental. Tal processo é possível sobretudo pela natureza imaterial do trabalho docente, que possibilita as trocas simbólicas entre os professores, reforçando a construção da docência como coletividade.
Abstract: This research is part of the State, Policies and History of Education of the Graduate Program in Education at the Federal University of Goiás and aims to raise, analyse and understand the foundations of the profession and professionalisation lecturer at UFG and its relations with the public policies of higher education from 1990, specifically the expansion and regulatory policies of teaching in university teaching. Therefore, it was conducted literature searches in national and journals indexed by CAPES as Qualis A and GT11 of Anped in the period 2005-2014 and consultations on the portal of dissertations and theses of Capes. Also the Universitas / Br Network productions were analyzed and made the collection and analysis of national documents on public policies for higher education and institutional documents of UFG. In empirical research, favored up interviews with managers and academic researchers stricto sensu graduate programs at UFG, belonging to three academic units, representative of Exact Sciences knowledge areas and Earth, Life Sciences and umanities. The current context of change for the flexible accumulation regime, the search for new niches of accumulation of capital and the State reform comes in the context of the nfolding public University in its overlap with the productive sector, through a reform carried out over the past decades. The impacts of this reform have raised flexibilisation and intensification processes ofteaching work that impact on the profession and on teacher rofessionalization of this level of education. The main policies that give sustainability to these processes in he federal universities relate to the expansion policy promoted by Reuni and the regulation of academic and scientific production conducted by Capes. These policies are analyzed in the context of the UFG and are impregnated in the daily teaching work, fact giving new contours for the teaching profession in university teaching, with the weakening of the subjective conditions of work and struggles in relation to career development, and causing some union breakdown. However, research shows that, although there are aspects that influence the teaching work to be more aligned with the requirements of productive field and make the foundations of the profession and professionalisation fragile, there is some maintenance, on teaching academic culture, traces of a sociability that integrates the collective as fundamental. Such process is possible especially for the intangible nature of teaching, which enables symbolic exchanges between teachers, strengthening the construction of teaching as a collectivity.
Palavras-chave: Profissão e profissionalização docente
Trabalho docente
Políticas públicas de educação superior
Profession and professionalization
Teaching work
Public policies for higher education
Área(s) do CNPq: EDUCACAO::ADMINISTRACAO EDUCACIONAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Educação (FE)
Citação: PAZ, S. L. Políticas para educação e suas implicações no trabalho, profissão e profissionalização docente em unidades acadêmicas da Universidade Federal de Goiás (UFG). 2016. 239 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6505
Data de defesa: 7-Out-2016
Aparece nas coleções:Doutorado em Educação (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Suelaynne Lima da Paz - 2016.pdf3,52 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons