Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6934
Tipo do documento: Tese
Título: Efeitos do açafrão (Curcuma longa L.) em frangos de corte inoculados experimentalmente com Salmonella Typhimurium
Título(s) alternativo(s): Effects of turmeric (Curcuma longa L.) on broilers experimentally inoculated with Salmonella Typhimurium
Autor: Nascimento, Gisele Mendanha
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/7357385565268206
Primeiro orientador: Andrade, Maria Auxiliadora
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9441751521255467
Primeiro membro da banca: Andrade, Maria Auxiliadora
Segundo membro da banca: Rocha, Fernanda Rodrigues Taveira
Terceiro membro da banca: Gomes, Natali Almeida
Quarto membro da banca: Moraes, Dunnya Mara Cardoso
Quinto membro da banca: Café, Marcos Barcellos
Resumo: O presente estudo teve como objetivo avaliar os efeitos de diferentes doses de Curcuma longa no controle de Salmonella Typhimurium, sobre o desempenho, integridade intestinal, excreção fecal de Salmonella, contagem de linfócitos em órgãos linfóides secundários, exames histopatológicos, perfil bioquímico e pesquisa de Salmonella em orgãos em frangos de corte experimentalmente inoculados. Foram utilizados 672 pintos, machos, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 4x2 (doses Curcuma longa x inoculação com Salmonella Typhimurium), divididos em oito tratamentos e seis repetições. As aves foram inoculadas, via oral, no primeiro dia de idade com 0,5 mL de solução salina tamponada contendo 1,2 x 104 UFC/mL de Salmonella Typhimurium. O tratamento 1 constituiu o grupo controle, que não recebeu Curcuma longa e Salmonella Typhimurium; os tratamentos 2, 3 e 4 constituíram os grupos que receberam Curcuma longa nas doses de 1%, 2% e 3% na ração, respectivamente. O tratamento 5 constitui o grupo que recebeu somente Salmonella Typhimurium; os tratamentos 6, 7 e 8 receberam Curcuma longa nas doses de 1%, 2% e 3% na ração, mais Salmonella Typhimurium via inglúvio, respectivamente. Observou-se diferença estatística no desempenho, com melhores resultados nas aves suplementadas com 1% de Curcuma longa, e não inoculadas com Salmonella Typhimurium, na análise de regressão do peso final e ganho de peso demonstraram que a melhor dose para as duas variáveis foi de 0,82%. Aos 21 dias na regressão houve efeito linear para ganho de peso e consumo de ração. Aos 35 dias na regressão houve efeito quadrático para ganho de peso e consumo de ração. A dose de 1% de cúrcuma impediu a colonização intestinal por Salmonella. Também as doses e a inoculação influenciaram na histomorfometria e no pH dos segmentos intestinais. Verificou-se que aos sete dias, Salmonella foi isolada do fígado das aves do grupo controle e do grupo que recebeu 1% de Curcuma longa. No baço foi isolada Salmonella Typhimurium em nenhuma das idades estudadas. Aos sete, 21 e 35 dias as aves inoculadas com Salmonella Typhimurium via oral obtiveram maiores contagens de linfócitos no baço quando comparadas as aves não inoculadas. Não houve diferença significativa nas avaliações histopatológicas do fígado, rins e tonsilas cecais. Aos 21 dias verificou-se no duodeno maior frequência de muco nas aves suplementadas com 1 e 3%. Constatou-se no perfil bioquímico aos 14 dias alterações nos níveis de aspartatoaminotransferase (AST), colesterol e triglicérides, e na analise de regressão houve efeito linear para creatinina e aspartatoaminotransferase (AST). Aos 36 dias de idade nos níveis de glicose, ácido úrico, aspartatoaminotransferase (AST), gama glutamiltransferase (GGT), proteínas totais e globulinas, e na analise de regressão houve efeito linear para proteínas totais e globulinas e efeito quadrático para ácido úrico. Conclui-se que a inclusão de 1% Curcuma longa na ração favorece o peso final, ganho de peso, consumo de ração e conversão alimentar, assim como inibiu a colonização intestinal de Salmonella Typhimurium, e preservou a integridade intestinal. A inclusão de 1% também alterou o perfil bioquímico com redução nos níveis de colesterol.
Abstract: It was aimed to evaluate the effects of different doses of Curcuma longa in Salmonella Typhimurium control on performance, intestinal integrity, fecal excretion of Salmonella, lymphocyte count in secondary lymphoid organs, histopathology, biochemical profile and Salmonella research in organs of experimentally inoculated broilers. A total of 672 male chicks were distributed in a completely randomized design, in a 4 x 2 factorial arrangement (doses of Curcuma longa x inoculation with Salmonella Typhimurium), distributed in eight treatments and six replications. The birds were orally inoculated, on the first day of age, with 0.5 ml of buffered saline solution containing 1.2 x 104 CFU/mL of Salmonella Typhimurium. Treatment 1 consisted in the control group, with no addition of Curcuma longa and no inoculation of Salmonella typhimurium; treatments 2, 3 and 4 consisted in the groups receiving Curcuma longa at doses of 1%, 2% and 3% in the feed, respectively. Treatment 5 is the group which received only Salmonella Typhimurium inoculation; treatments 6, 7 and 8 received Curcuma longa at doses of 1%, 2% and 3% in the feed, respectively, besides inoculation of Salmonella typhimurium in the crop. It was noted statistical difference in performance, with better results in birds supplemented with 1% of Curcuma longa, and not inoculated with Salmonella Typhimurium, since the regression analysis of the final weight and weight gain showed the best dose for the two variables was 0.82%. At 21 days old, the regression showed a linear effect on weight gain and feed intake. At 35 days old, the regression showed a quadratic effect for weight gain and feed intake. The dose of 1% turmeric prevented intestinal colonization by Salmonella.Dosage and inoculation also influenced the histomorphometry and the pH of the intestinal segments. It was found, at seven days, Salmonella was isolated from the liver of birds in the control group and birds in the group treated with 1% of Curcuma longa. Salmonella Typhimurium was not isolated in the spleen, in any of the studied ages. At seven, 21 and 35 days old, birds orally inoculated with Salmonella Typhimurium had higher lymphocyte counts in the spleen when compared to not inoculated birds. There was no significant difference in histopathological evaluations of liver, kidney, and cecal tonsils. At 21 days old, there was a higher frequency of mucous in the duodenum of birds supplemented with 1 and 3% of turmeric. It was found in biochemical profile, at 14 days old, changes in levels of aspartate aminotransferase (AST), cholesterol and triglycerides, and regression analysis showed a linear effect for creatinine and aspartate aminotransferase (AST). At 36 days old, in glucose levels, uric acid, aspartate aminotransferase (AST), gamma glutamyl transferase (GGT), total protein and globulin, regression analysis showed a linear effect for total protein and globulin, and quadratic effect for uric acid. In conclusion, the inclusion of 1% of Curcuma longa in the feed improves the final weight, weight gain, feed intake and feed conversion, as well as inhibited the intestinal colonization of Salmonella Typhimurium and preserved intestinal integrity. The inclusion of 1% has also altered the biochemical profile, with a reduction in cholesterol levels.
Palavras-chave: Aves
Desempenho
Fitoterápicos
Parâmetros sanguíneos
Salmoneloses
Birds
Blood parameters
Performance
Phytotherapy
Salmonellosis
Área(s) do CNPq: MEDICINA VETERINARIA::REPRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciência Animal (EVZ)
Citação: NASCIMENTO, G. M. Efeitos do açafrão (Curcuma longa L.) em frangos de corte inoculados experimentalmente com Salmonella Typhimurium. 2016. 105 f. Tese (Doutorado em Ciência Animal) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6934
Data de defesa: 31-Mai-2016
Aparece nas coleções:Doutorado em Ciência Animal (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Gisele Mendanha Nascimento - 2016.pdf1,28 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons