Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8419
Tipo do documento: Dissertação
Título: O consumo nocivo de substâncias psicoativas e o mal-estar subjetivo na sociedade administrada: uma leitura crítica
Título(s) alternativo(s): Harmful consumption of psychoactive substances and malaise in managed society: a critical reading
Autor: Carmo, Taísa Fidelis do
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/8738360924513935
Primeiro orientador: Resende, Maria do Rosário Silva
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9438831227539163
Primeiro membro da banca: Resende, Maria do Rosário Silva
Segundo membro da banca: Crochik, José León
Terceiro membro da banca: Roure, Susie Amâncio Gonçalves de
Quarto membro da banca: Lacerda Júnior, Fernando
Resumo: O uso de drogas é uma prática milenar na civilização, e o consumo nocivo de substâncias psicoativas remete a complexos modos de significação históricas e culturais. Em uma sociedade fragmentada e administrada, essa prática é convertida em exploração do consumo, que está a serviço da dominação e da reprodução do mal-estar. Por conseguinte, o objetivo deste estudo é refletir sobre o consumo nocivo de substâncias psicoativas que advém do mal-estar quando dascondições de dominação da sociedade contemporânea. Para tanto, realizou-se uma pesquisa teórica conceitual, aqui apresentada em quatro capítulos, subsidiada pelo referencial teórico-metodológico da Teoria Crítica da Sociedade, sobretudo a partir dos textos de Adorno, Horkheimer e Marcuse. Recorreu-se também a Freud e Marx, pois seus fundamentos dão subsídios para a discussão proposta. Ensaios e textos de autores contemporâneos que dialogam com as referências acima também foram utilizados. Entre os apontamentos, contempla-se o movimento histórico de constituição e consolidação da sociedade capitalista regida pela ideologia da racionalidade da sociedade administrada que determina o modo de dominação vigente na cultura e o modo de organizar as relações humanas. Nessa lógica, os desdobramentos da dominação advinda da cultura produzem uma condição de existência cuja marca é o sofrimento. Somado a esse processo, tem-se o incentivo ao consumismo e a transformação das drogas em mercadoria, tornando o consumo condicionado aos interesses do capitalismo e fazendo do consumo nocivo uma produção dessa sociedade. A discussão sobre o tema não se esgota neste estudo. Para os frankfurtianos, uma resposta pronta sobre o que fazer em relação a qualquer problema social pode impossibilitar o esclarecimento necessário para a transformação. As possibilidades de mudança estão no campo da reflexão, na crítica, portanto, no esclarecimento. Estes pontos são necessários para uma atuação direcionada à compreensão das múltiplas determinações e das contradições do processo. Portanto, é a negação do que está posto na estrutura social/cultural.
Abstract: The use of drugs is a usual practice in civilization in this refers to complex modes of historical and cultural signification. In a fragmented and administered society this practice is converted into exploitation of consumption, which serves the domination and reproduction of malaise. Therefore, the objective of this study is to reflect on the harmful consumption of psychoactive substances that comes from the subjective malaise, when of the conditions of the contemporary society. For that, a theoretical research, presented her in four chapters, was supported by theoretical-methodological framework of the Critical Theory of Society, especially from the texts of Adorno, Horkheimer and Marcuse. Freud and Marx were also to revien, because their foundations give subsidies for the proposed discussion. Essays and texts of contemporary authors that dialogue with the references above were used. Among the notes is the historical movement of constitution and consolidation of capitalist society governed by the ideology of the rationality of the managed society that determines the mode of domination prevailing in culture and the behaviour of organizing human relation. In this logic the unfolding of domination from culture produces a condition of existence whose mark is suffering. Added to this process is the incentive to consumerism and the transformation of drugs into commodities, making consumption conditioned to the interests of capitalism, making consumption harmful to the production of that society. The discussion on the subject is not exhaustive in this study. For Frankfurtians, a prompt response on what to do in relation to any social problem may sabotage the clarification necessary for the transformation. The possibilities occurred changes in the field of reflection critical theory, therefore, in enlightenment. These points are necessary for an action directed to the understanding of the multiple determinations and contradictions of the process. Therefore, it is the denial of what is placed in the social / cultural structure.
Palavras-chave: Escola de Frankfurt
Sociedade administrada
Mal-estar subjetivo
Drogas
Society administered
Subjective malaise
Drugs
Frankfurt school
Área(s) do CNPq: FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::PSICOLOGIA EDUCACIONAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Psicologia (FE)
Citação: FIDELIS, T. C. O consumo nocivo de substâncias psicoativas e o mal-estar subjetivo na sociedade administrada: uma leitura crítica. 2018. 95 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8419
Data de defesa: 28-Mar-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em Psicologia (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Taísa Fidelis do Carmo - 2018.pdf1,29 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons