Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9419
Tipo do documento: Dissertação
Título: Complexidade em questão: uma análise da estrutura narrativa das séries de TV “Grimm” e “A Sete Palmos”
Título(s) alternativo(s): The complexity in question: an analysis of the narrative structure of the TV series “Grimm” and “Six Feet Under”
Autor: Siqueira Filho, Luiz Carlos
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/5626843647281527
Primeiro orientador: Santos, Goiamérico Felício Carneiro dos
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/4360025460772301
Primeiro membro da banca: Santos, Goiamérico Felício Carneiro dos
Segundo membro da banca: Ribeiro, Renata Rocha
Terceiro membro da banca: Satler, Lara Lima
Quarto membro da banca: Santos, Alexandre Tadeu dos
Resumo: A presente pesquisa objetiva compreender de que maneira estruturas narrativas seriadas televisivas dialogam com conceito de complexidade narrativa de Mittell (2015) em seu nível mais básico, ou seja, o entrelaçamento de histórias que se encerram ao fim do mesmo episódio em que foram apresentadas com histórias que continuam em episódios posteriores, a partir das séries de TV “Grimm” e “A Sete Palmos”. Para tanto, procurou-se na pesquisa articular diferentes concepções de complexidade, tendo-se em vista que se tratava de um conceito importante para o desenvolvimento do estudo, mas fazendo-o mais para que se apresentasse uma construção em torno dos discursos da mesma, que percorre distintas áreas e entre os quais podem influenciar uns aos outros, do que para o estabelecimento de um percurso histórico. Sob a designação de complexidade, estudos como os de Johnson (2012) e Mittell (2015) têm atribuído aos produtos televisivos uma confluência de fatores que culminariam em sua estrutura. Narrativamente, estudos que versam sobre complexidade parecem se construir em torno de uma busca em comum: destacar as marcas narrativas próprias à contemporaneidade. Nesse sentido, recorrendo a Todorov (1992), Williams (2010) e Szondi (2011) para uma compreensão das características gerais das narrativas seriadas tomadas por objetos de estudo, por meio da abordagem teórico-metodológica de Barthes (2011) para análise estrutural de narrativas, procurou-se descrever as séries de TV em unidades narrativas, reconhecendo nestas as funções que desempenhavam nas obras em análise e de que maneira dialogavam com a concepção de complexidade de Mittell (2015). Constatou-se que o caráter de “monstro-da-semana” e suas variantes, ressaltadas por Mittell (2015) como parâmetro de uma narrativa episódica, é notável tanto em “Grimm” quanto em “A Sete Palmos”, mas nesta, sem apresentar um começo, meio e fim característico do formato “monstro-da-semana”, como ocorre em “Grimm” nos casos “wesen-da-semana” que demonstram tal característica, retornando a um estado de equilíbrio narrativo após a solução de uma dada investigação. Tal retorno não acontece em “A Sete Palmos” e significaria que as personagens voltariam a ser quem eram antes de algum acontecimento, pois a função que a “morte-da-semana” desempenha na narrativa é revelá-los em profundidade psicológica. O que se conclui é que “A Sete palmos”, por não conter um parâmetro narrativo episódico, não apresenta o entrelaçamento de tramas próprio de uma complexidade narrativa como descrita por Mittell (2015). Nota-se essa concepção do autor, com razoável aproximação, na estrutura narrativa de “Grimm”. Nesse sentido, questiona-se a complexidade de Mittell (2015) como um conceito impróprio para se pensar as narrativas contemporâneas por corresponder ao meio de um intervalo que tem em suas extremidades dois infinitos: uma narrativa simples, de nível zero de complexidade e a mais complexa das narrativas, de nível máximo. Uma direção na resolução de tal questionamento pode partir dos subgêneros televisivos, uma vez que, na presente pesquisa, observou-se que a teoria de Mittell (2015) descreve de maneira aproximada a estrutura narrativa de uma série de TV de fantasia, mas não uma dramática. Assim, não se trata de invalidar a teoria de Mittell (2015), mas de discutir limites de aplicação, como é próprio às teorias.
Abstract: The present study aims to understant how the television serial narrative structures dialogues with the complexity concept of Mittell (2015) in the most basic level, that is, the interlacing of stories ending by the end of the episode in which they were presented with stories that continue in posterior episodes, by analyzing the TV series “Grimm” and “Six feet under”. Thereby, it was sought in the research articulate differents conceptions of complexity, by having in mind that this was an important concept to its development, but doing it more to a construction of a discourse’s notion around it, that cross different áreas and between which can influentiate each other, than to an establishment of a historical route. Under the complexity’s designation, studies such as Johnson (2012) and Mittell (2015) has been attributed to the television products a confluence of factors that results in its structure. Narratively, studies that analyze the complexity seems to be constructed around a common search: highlight the narrative marks inherent to the contemporaneity. In this way, appealing to Todorov (1992), Williams (2010) and Szondi (2011) to a comprehension of the general features of the serial narratives taken by object of study, through Barthes’s theoreticalmethodological approach to narrative structural analysis, it was sought to describe the TV series into narrative units, recognizing in these the narrative functions played in the TV series in analysis. It was verified that the “monster-of-the-week” character and its variants, highlighted by Mittell (2015) as parameter of an episodic narrative, it is remarkable in “Grimm” as well as in “Six feet under”, but in this one without presenting the characteristic beginning, middle and end of the “monster of the week” format, as it occurs “Grimm” in the “wesen-of-the-week” that demonstrate such characteristics, returning to a narrative equilibrium state after the solution of an given investigation. Such return to an equilibrium state doesn’t happens in “Six feet under”, because it would mean that the caracteres returns to be who they were before some event, so the function that the “death-of-the-week” plays into the narrative is to reveal them in psychological depth. In conclusion, “Six feet under”, because it doesn’t contain the episodic narrative parameter, doesn’t feature the interlacing of stories proper of the narrative complexity described by Mittell (2015). This conception of the author is perceived, with reasonable approach, in the narrative structure of “Grimm”. In this way, the Mittell’s narrative complexity is doubtful as a concept to think about the contemporary narratives because it corresponds to the middle of an interval that has two infinite in its extremities: a simple narrative, of zero complexity’s level and the most complex narratives, of maximum level. A direction into the solution of such questioning may follow through the televisions’s subgenders, since in the present research, it was noticed that the Mittell’s theory describes in a approximate way the narrative structure of the fantasy TV series “Grimm” but not the dramatic TV series “Six Feet under”. Thereby, it’s not about invalidate Mittell’s theory, but to discuss limits of application, like it is proper to the theories.
Palavras-chave: Comunicação e cultura
Televisão
Narrativas televisivas
Séries de TV
Complexidade narrativa
Comunication and culture
Television
Television narratives
TV series
Narrative complexity
Área(s) do CNPq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Informação e Comunicação - FIC (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Comunicação (FIC)
Citação: SIQUEIRA FILHO, Luiz Carlos. Complexidade em questão: uma análise da estrutura narrativa das séries de TV “Grimm” e “A Sete Palmos”. 2019. 158 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9419
Data de defesa: 25-Fev-2019
Aparece nas coleções:Mestrado em Comunicação (FIC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Luiz Carlos Siqueira Filho - 2019.pdf2,59 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons