Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14676
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorFreitas, Marco Túlio de Urzêda-
dc.creatorPessoa, Rosane Rocha-
dc.date.accessioned2018-04-26T12:16:11Z-
dc.date.available2018-04-26T12:16:11Z-
dc.date.issued2008-12-
dc.identifier.citationFREITAS, Marco Túlio de Urzêda; PESSOA, Rosane Rocha. A problematização de um mito: como e quem pode contextualizar novas palavras no processo de abordagem lexical? Signótica, Goiânia, v. 20, n. 2, p. 393-418, jul./dez. 2008. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/sig/article/view/6086/4793>.pt_BR
dc.identifier.issn0103-7250-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14676-
dc.description.abstractThis article focuses on the results of a research study which intended to problematize the notion of context in the process of vocabulary acquisition/ learning in English classes. The data pointed out the relevance of lexical contextualization in the work with direct and indirect learning strategies (OXFORD, 1990), as well as demystified the idea that only teachers can contextualize new lexical items presented in class.pt_BR
dc.description.sponsorshipUFGpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherMaria Zaíra Turchipt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAquisição/aprendizagem de vocabuláriopt_BR
dc.subjectContextopt_BR
dc.subjectEstratégias diretas e indiretas de aprendizagempt_BR
dc.subjectVocabulary acquisition/learningpt_BR
dc.subjectContextpt_BR
dc.subjectDirect and indirect learning strategiespt_BR
dc.titleA problematização de um mito: como e quem pode contextualizar novas palavras no processo de abordagem lexical?pt_BR
dc.title.alternativeThe problematization of a myth: how and who can contextualize new lexical items in foreign/english language classes?pt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoNeste artigo, apresentamos os resultados de uma pesquisa que visou problematizar a noção de contexto no processo de aquisição/aprendizagem de vocabulário em aulas de inglês. Os dados evidenciaram a relevância da contextualização lexical no trabalho com estratégias diretas e indiretas de aprendizagem, bem como desmistificaram a ideia de que apenas o professor tem o poder de contextualizar novos itens lexicais apresentados em sala de aula.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFGpt_BR
dc.identifier.doi10.5216/sig.v20i2.6086-
dc.publisher.departmentFaculdade de Letras - FL (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FL - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Marco Túlio de Urzêda Freitas - 2008.pdf93,49 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons