Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1899
Tipo do documento: Dissertação
Título: PORTO NACIONAL: De Porto Real a Espaço Periférico de Palmas (TO)
Título(s) alternativo(s): PORTO NACIONAL: From the Port Royal Space Peripheral Palmas (TO)
Autor: OLIVEIRA, Sebastiao de Souza
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/2446960778867989
Primeiro orientador: FERREIRA, Idelvone Mendes
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/0109848153392647
Primeiro coorientador: LIRA, Elizeu Ribeiro
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/0986187661026615
Resumo: No dia 05 de Outubro de 1988 o antigo Norte de Goiás passa a pertencer ao Estado do Tocantins pelo ato da Assembléia Nacional Constituinte. Terminada a longa arena política da criação do Estado, começa imediatamente a disputa geopolítica para definição do local definitivo de Palmas. Ao decidir a localização da Capital, na margem direita do rio Tocantins, nas proximidades de Porto Nacional, desencadeia-se uma série de problemas: a inevitável perda de população e o esvaziamento de boa parte das funções que antes Porto Nacional detinha sobre a região são simplesmente esvaziados para Palmas. Assim, de uma posição hegemônica regional, ela passar a ser território periférico da Capital. Somado a essa problemática, outros impactos se abatem sobre a Cidade de Porto Nacional proveniente da construção da UHE Luiz Eduardo Magalhães. Nesse momento, a economia sazonal do turismo de praia, em curto espaço de tempo entra em decadência. A preocupação inicial desse trabalho de pesquisa foi entender como se formou a cidade de Porto Nacional. Para, a partir daí, entender: quais os processos, os atores e as etapas da produção do espaço intra-urbano da cidade de Porto Nacional? Quais as implicações em seu espaço advindas da relação com a Capital e cidades vizinhas? Quais as implicações na valoração do espaço intra-urbano de Porto Nacional? Para responder a essas perguntas traçamos os seguintes objetivos: analisar brevemente a produção das cidades circunvizinhas e Porto Nacional; mapear e periodicizar os processos de ocupação do espaço urbano de Porto Nacional; analisar e identificar os agentes sociais e os processos produtores do espaço; analisar as funções que Porto Nacional desempenha atualmente. Para tal, realizou-se uma revisão bibliográfica da história da Cidade com o objetivo de identificar as periodizações e, ainda, a análise de teorias norteadoras a respeito do espaço urbano, principalmente na vasta produção sobre essa categoria geográfica e também sobre a formação territorial dos Estados irmãos : Goiás/Tocantins. Buscou-se, nas referidas periodizações, apoiar-se em autores goiano-tocantinenses, além de analisar documentos e a realização de entrevistas com moradores e comerciantes da Cidade, considerando que os trabalhos científicos atuais na área da Geografia sobre a Cidade ainda são limitados. Por fim, essa discussão revelou que a cidade de Porto Nacional, de uma posição de liderança na região passou a relacionar-se a um grupo menor de cidade locais. Essa condição é imposta pelo poder de infraestrutura econômica e político exercido pela Capital Palmas, conjuntamente com o poder do Estado
Abstract: In 1988 the old North of Goiás starts to belong to the State of Tocantins by act of the National Constituent Assembly. After long political arena of the creation of the State, immediately the geopolitical dispute of the setting of the Capital´s final site starts. In deciding the location of the Capital, on the right bank of the Tocantins river, near Porto Nacional, it triggers a series of problems: the inevitable loss of population and the emptying of a good part of the tasks that Porto Nacional held on the region before are simply emptied into the Capital. Thus, from a regional hegemonic position, it becomes the peripheral area of the Capital. Added to this problem, other impacts are befalling the city from the construction of the Luiz Eduardo Magalhaes or Lajeado Hydroelectric Power Station, as it is better known. At this time the seasonal tourism economy of the beach, in a short space of time, fails into decadence. The initial concern of this study was to understand how Porto Nacional city was formed for, from this point, to understand: what are the processes, actors and the stages of the production of intra-urban area of Porto Nacional city? What are the implications in its area arising from the relationship with the Capital and neighboring towns? What is the nature of the valuation of intra-urban area of Porto Nacional? To answer these questions, we stated the following objectives: analyzing briefly the production of the surrounding cities and especially of Porto Nacional; mapping the process of occupation of urban space in the city; analyzing the social agents and the processes of producing space; considering the functions that Porto Nacional performs today. To this end, a review of the history of the city was performed in order to determine the process of time and still the analysis of theories about the urban space, especially in large production on this geographic category and also on the territorial formation of the brother-states : Goiás / Tocantins. In those processes, the research was supported in goiano-tocantinense authors, besides analyzing documents and conducting interviews with residents and merchants of the city, whereas the current scientific work in the geography of the city are almost nonexistent. Finally, the discussion revealed that Porto Nacional, from a position of leadership in the region has been obliged to relate to a smaller group of local cities. This condition is imposed by the infrastructure power exercised by the Capital - Palmas- with the power of the State
Palavras-chave: Porto Nacional (TO), Espaço intra-urbano, território e pequenas cidades
Porto Nacional (TO), Intra-urban space, land and small towns
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA HUMANA::GEOGRAFIA URBANA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Mestrado em Geografia
Citação: OLIVEIRA, Sebastiao de Souza. PORTO NACIONAL: From the Port Royal Space Peripheral Palmas (TO). 2009. 182 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1899
Data de defesa: 2-Jul-2009
Aparece nas coleções:Mestrado em Geografia (IESA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao Sebastia.pdf4,61 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.