Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11779
Tipo do documento: Dissertação
Título: Inclusão e universidade: uma análise a partir da perspectiva de discentes travestis e transexuais da Universidade Federal de Goiás
Autor: Machado, Kamyla Aparecida Gomes
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/3691686374462056
Primeiro orientador: Resende, Maria do Rosário Silva
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9438831227539163
Primeiro membro da banca: Resende, Maria do Rosário Silva
Segundo membro da banca: Roure, Susie Amâncio Gonçalves de
Terceiro membro da banca: Almeida Neto, Luiz Mello de
Quarto membro da banca: Santos, Cristina Vianna Moreira dos
Resumo: Essa pesquisa analisa a percepção de discentes trans em relação à sua inclusão e permanência na Universidade Federal de Goiás. Dessa forma, realizou-se uma pesquisa qualitativa para levantamento teórico e prático acerca de transexualidade, travestilidade, preconceito e dialética inclusão/exclusão. Percebe-se que as transidentidades (travestis e transexuais) tem feito parte da humanidade desde sempre, ainda que marginalizada ao longo da história. Hoje tem ganhado maior visibilidade e ocupado vários espaços, contudo a exclusão continua a atingir e prejudicar o direito à cidadania das pessoas trans com forte impacto em suas trajetórias individuais e coletivas. Tal quadro requer um processo de inclusão dessas pessoas nos lugares de poder e de decisão, a Universidade, inclusive. Justifica-se o estudo no âmbito da Universidade por seu papel de produtora do conhecimento e formadora de linhas de pensamento e atitudes, portanto configura-se como campo propício ao exercício de acolhimento e assistência ao público trans e à educação da comunidade para a quebra dos preconceitos que a permeiam em relação ao tema. Os dados para análise foram obtidos em quatro entrevistas semiestruturadas com discentes travestis e transexuais da instituição. Na discussão embasada na Teoria Crítica da Sociedade, de Horkheimer e Adorno, buscou-se compreender o pensamento de teóricos da inclusão/exclusão e o olhar da mídia e sociedade sobre as vertentes do assunto. A pesquisa foi dividida em três capítulos. O primeiro se relaciona diretamente com a temática das transidentidades, o segundo trabalha a dialética inerente à questão, o terceiro analisa as entrevistas realizadas. A partir deste trabalho foi possível perceber que a UFG está atenta às necessidades da comunidade trans e que as ações afirmativas e a assistência estudantil são aliadas na permanência dessa comunidade apesar de problemas como os cortes orçamentários. No entanto, a UFG precisa, ainda, expandir e aprimorar o processo de inclusão das pessoas trans.
Abstract: This research analyze transsexual students’ point of view in relation to their inclusion and permanence at the Federal University of Goiás (UFG). A qualitative research was made within a theoretical basis and practical survey about transsexuality, transvestility, prejudice and dialectic inclusion/exclusion. It is noticed that transidentities (travestis and transsexuals) have always been part of humanity although they are marginalized throughout history. Today they have gained greater visibility and have occupied several spaces. However, exclusion continues affecting their right to citizenship as trans people and also have a strong impact on their individual and collective journeys. This whole process requires inclusion of these people in places that represent power and decision, including the university. The research made in the university is justified by its role as a place that produces knowledge and bring us to consider critical thinking and reflect about attitudes. That is why this field is propitious to receive and help the trans public receive education for the community, therefore break the prejudices that exists within this topic. The data for analysis were obtained from four semi-structured interviews with travestis and transsexual students at the institution. In the discussion based on the Critical Theory of Society, by Horkheimer and Adorno, we tried to understand some writers thoughts concerning inclusion/exclusion and also the perspective shown by media and society on the aspects on this specific subject. This research was divided into three chapters. The first is directly related to transidentities, the second works the dialectic inherent within the issue and the third analyzes the interviews that were made. As a result of this research it was possible to see that UFG is aware about the trans community needs and that affirmative actions and student assistance are working together to support this community despite problems such as budget cuts. However, UFG still needs to expand and improve trans people inclusion.
Palavras-chave: Transidentidade
Universidade
Inclusão
Travestis
Transexuais 
Transidentity
University
Inclusion
Transsexuals
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL::PAPEIS E ESTRUTURAS SOCIAIS; INDIVIDUO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Psicologia (FE)
Citação: GOMES, K. A. Inclusão e universidade: uma análise a partir da perspectiva de discentes travestis e transexuais da Universidade Federal de Goiás. 2021. 139 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2021.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11779
Data de defesa: 3-Set-2021
Aparece nas coleções:Mestrado em Psicologia (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Kamyla Aparecida Gomes Machado - 2021.pdf2,74 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons