Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9133
Tipo do documento: Dissertação
Título: Construção do sujeito com síndrome de Down no cinema brasileiro: estudo do dispositivo de inclusão social a partir do filme “Colegas”
Título(s) alternativo(s): Construction of the subject with Down syndrome in Brazilian cinema: study of the social inclusion dispositif from the film "Colegas"
Autor: Veronezi, Daniela Priscila de Oliveira
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/7990275484250330
Primeiro orientador: Gomes, Suely Henrique de Aquino
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/3007925506666700
Primeiro membro da banca: Gomes, Suely Henrique de Aquino
Segundo membro da banca: Santos, Andréa Pereira dos
Terceiro membro da banca: Lima, Angelita Pereira de
Quarto membro da banca: Costa, Deyvisson Pereira da
Resumo: A presente pesquisa busca delinear as imbricações existentes no binômio comunicação e cultura, com o objetivo de compreender o dispositivo de inclusão social a partir da análise do filme “Colegas”, de 2012, e do contexto sócio-histórico de sua produção, embasado na noção de dispositivo empregada por Foucault (2015) e operacionalizada por Deleuze (1996). Como produto do cinema brasileiro, “Colegas” conta em seu elenco com mais de 60 pessoas com síndrome de Down, incluindo os protagonistas. O trabalho parte do arcabouço teórico-metodológico foucaultiano, principalmente da noção de dispositivo, que abrange tanto práticas discursivas quanto não discursivas. Aliado aos estudos foucaultianos, buscou-se em Deleuze (1996) a operacionalização do dispositivo, que atua a partir das curvas de visibilidade e das curvas de enunciação, das linhas de força e das linhas de subjetivação. Enquanto procedimento, o dispositivo constitui, em essência, o método de análise do discurso empregado nesta investigação científica. Em consonância com as particularidades dos estudos relativos ao cinema, também foi aplicada, para o escrutínio dos dados, a análise fílmica, com base em Vanoye e Goliot-Lété (2006). Em conjunto, esses métodos resultam no híbrido denominado de análise do discurso fílmico. Para que o dispositivo de inclusão social das pessoas com síndrome de Down seja estudado a partir de um produto cinematográfico, foram utilizados como parâmetros de análise o contexto sócio-histórico da produção de “Colegas”, que Aumont et al. (2014) denomina de “fora de campo anticlássico”, e também o filme em si. O espaço de recepção, por sua vez, não foi objeto de estudo desta pesquisa. Como resultado, esta investigação permitiu o entendimento do modo como os sentidos manifestos no filme “Colegas” dialogam com os discursos circulantes na sociedade contemporânea sobre a inclusão das pessoas com síndrome de Down.
Abstract: The present research aims to delineate the existing imbrications in the binomial communication and culture, in order to understand the social inclusion dispositif from the analysis of the film "Colegas", 2012, and the socio-historical context of its production, based on the notion of a dispositif employed by Foucault (2015) and operationalized by Deleuze (1996). As a product of Brazilian cinema, "Colegas" has in its cast more than 60 people with Down syndrome, including the protagonists. The work starts from the Foucaultian theoretical- methodological framework, mainly of the notion of dispositif, which encompasses both discursive and non-discursive practices. In addition to the Foucaultian studies, Deleuze (1996) sought the operationalization of the dispositif, which acts from the visibility curves and the enunciation curves, lines of force and lines of subjectivation. As a procedure, the dispositif constitutes, in essence, the method of discourse analysis employed in this scientific investigation. According to Vanoye and Goliot-Lété (2006), the film analysis was also used for the scrutiny of the data. Together, these methods result in the so-called hybrid of filmic discourse analysis. For the social inclusion dispositif of people with Down syndrome to be studied from a cinematographic product, the socio-historical context of the production of "Colegas" was used as parameters of analysis, which Aumont et al. (2014) calls it "anticlassical out of field", and also the film itself. The reception space, on the other hand, was not the object of study of this research. As a result, this investigation allowed the understanding of the way in which the manifest meanings in the film "Colegas" dialogue with the circulating discourses in the contemporary society on the inclusion of the people with Down syndrome.
Palavras-chave: Comunicação
Cultura
Dispositivo
Inclusão social
Colegas
Síndrome de Down
Análise do discurso fílmico
Communication
Culture
Social inclusion
Dispositif
Down syndrome
Filmic discourse analysis
Área(s) do CNPq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Informação e Comunicação - FIC (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Comunicação (FIC)
Citação: VERONEZI, D. P. O. Construção do sujeito com síndrome de Down no cinema brasileiro: estudo do dispositivo de inclusão social a partir do filme “Colegas”. 2018. 180 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9133
Data de defesa: 29-Nov-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em Comunicação (FIC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Daniela Priscila de Oliveira Veronezi - 2018.pdf3,51 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons