Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10546
Tipo do documento: Dissertação
Título: Sexo e gênero na ciência: as desigualdades nas atividades acadêmicas científicas entre mulheres e homens docentes de programas de pós-graduação em Ciências Agrárias
Título(s) alternativo(s): Sex and gender in science: the inequalities in scientific academic activities among women and men teachers of graduate programs in Agricultural Scienses
Autor: Estrela, Hevellin
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/4176671064386890
Primeiro orientador: Gomes, Suely Henrique de Aquino
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/3007925506666700
Primeiro membro da banca: Gomes, Suely Henrique de Aquino
Segundo membro da banca: Lima, Angelita Pereira de
Terceiro membro da banca: Afonso, Lucia Helena Rincon
Resumo: Investigar a relação entre o gênero marcada pelas diferenças culturais entre os sexos e o envolvimento em atividades acadêmicas científicas do corpo docente vinculado a cursos de pós-graduação, nível doutorado, em Ciências Agrárias do país entre os anos de 2013 a 2017 é o objetivo deste trabalho. O estudo trata da inserção da mulher na ciência e no mercado de trabalho do ensino e da pesquisa. Há discussões sobre a ciência, a ciência moderna e as contribuições do feminismo para a problematização sobre o gênero na ciência. A delimitação na área das Ciências Agrárias deve-se ao fato de ser a área do conhecimento que tem mais investimento, em relação das outras áreas do conhecimento e por ser um dos primeiros cursos na pós-graduação no Brasil, além ser a principal participação na economia no Estado de Goiás. O desenvolvimento deste trabalho se justifica pela conveniência, uma vez que é a principal área de pesquisa, moradia e atuação da instituição em que a pesquisadora trabalha. Em termos metodológicos, adota-se abordagem quantitativa, através dos testes estatísticos “t de student”, qui quadrado para os dados comparativos de discentes e análise inferencial dos dados gerais das e dos docentes. Os dados quantitativos foram obtidos nas plataformas Sucupira e Lattes e considerou-se as atividades acadêmicas científicas relacionadas à: produção intelectual (artigos completos publicados em periódicos, a capítulos de livros publicados), aos trabalhos completos em anais de congressos, resumos e resumos expandidos publicados através da participação em eventos, apresentações em congressos, exposições e feiras e orientações e participações em bancas em defesa de trabalhos acadêmicos. Para a extração dos dados utilizou-se a técnica webscraping para a coleta quantitativa das atividades acadêmicas científicas na plataforma Lattes e através do software Power BI, para a confecção dos gráficos e visualização aos dados para fazer os testes estatísticos e a análises deles. Através das ferramentas e metodologias feitas, verificou-se que há diferenças estatísticas entre sexo e entre a faixa etária das e dos professores pesquisados. Os homens são maior número enquanto docentes e que possuem maior número de bolsas produtividades. A atividade acadêmica com maior participação, para ambos os sexos, é a participação em eventos e a faixa etária com maior representatividade é de 50 a 54 anos.
Abstract: The objective of this work is to investigate the relationship between gender (men and women) and the involvement in academic scientific activities of the teaching staff linked to postgraduate courses, doctoral level, in Agricultural Sciences in the country between 2013 and 2017. The study deals with the insertion of women in science and in the teaching and research labor market. It brings discussions about science, modern science and feminism's contributions to the problematization of gender in science. The delimitation in the area of Agrarian Sciences is due to the fact that it is the area of knowledge that has more investment, in view of the other areas of knowledge and because it is one of the first graduate courses in Brazil, in addition to being the main participation in economy in the State of Goiás. The development of this work is justified by convenience, since it is the main area of research, housing and performance of the institution where the researcher works. In methodological terms, a quantitative approach is adopted, through the statistical tests "student t", chi square for comparative data of students and inferential data analysis. Quantitative data were obtained on the Sucupira and Lattes platforms and scientific scientific activities related to: intellectual production (full articles published in journals, chapters of published books), complete work in conference proceedings, abstracts and expanded abstracts published through the participation in events, presentations at congresses, exhibitions and fairs and guidance in progress and concluded and participation in newsstands in defense of academic works. For the extraction of data, the webscraping technique was used for the quantitative collection of academic scientific activities on the Lattes platform and through the Power BI software, for making the graphs and visualizing data to perform statistical tests and analyzes. Through the tools and methodologies made, it was found that there are statistical differences between sex and between the age group of and the teachers surveyed. Men are more numerous as teachers and have a greater number of productivity grants. The academic activity with the highest participation, for both sexes, is participation in events and the most representative age group is 50 to 54 years old.
Palavras-chave: Gênero e ciência
Atividades acadêmicas científicas
Ciências Agrárias
Comunicação científica
Cultura
Gender and science
Academic scientific activities
Agrarian Sciences
Scientific communication
Culture
Área(s) do CNPq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Informação e Comunicação - FIC (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Comunicação (FIC)
Citação: ESTRELA, H. Sexo e gênero na ciência: as desigualdades nas atividades acadêmicas científicas entre mulheres e homens docentes de programas de pós-graduação em Ciências Agrárias. 2020.127 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2020.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10546
Data de defesa: 12-Mar-2020
Aparece nas coleções:Mestrado em Comunicação (FIC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Hevellin Estrela - 2020.pdf2,36 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons